cristianoplenario2017

Brasília, 8 de março - A Câmara Legislativa aprovou, nesta terça-feira (7), projeto de lei que promete melhorar o atendimento médico a pessoas com obesidade mórbida grave. O PL nº 270/2015, de autoria do deputado Cristiano Araújo (PSD), determina que os hospitais e unidades médicas emergenciais públicos e privados do DF, além de laboratórios, disponibilizem equipamentos adaptados para o atendimento a esses pacientes. 

Entre os equipamentos previstos no projeto, estão rampa de acesso, laringoscópio especial, cadeiras de roda e macas reforçadas, vestuário de tamanho especial, vaso sanitário com reforço e apoio lateral para os braços, boxes e banheiros com portas de correr, piso antiderrapante e apoios laterais, entre outros. 

A proposta nasceu a partir da preocupação do parlamentar ao observar a situação a que são submetidos diariamente obesos mórbidos graves, quando precisam de atendimento médico. “Muitas vezes somos levados à Idade Média, tal o desprezo e condições degradantes a que são submetidas essas pessoas”, afirma Cristiano. 

Além da falta de equipamentos especiais, muitas vezes os obesos têm a sua situação agravada ao sofrerem acidentes em vasos sanitários que não resistem ao peso, ao caírem de macas que não lhes comporta, ao ficarem presos em cadeiras com braços, ou ao caírem em banheiros não adaptados, o que dificulta o socorro.  

Segundo a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (Abeso), cerca de 200 mil pessoas morrem todos os anos vítimas de complicações decorrentes da obesidade. De acordo com a entidade, 12% dos brasileiros são obesos. “Desses, são milhares de cidadãos que aguardam, humilhados, que o Estado acorde do seu descaso e indiferença e resolva tal situação”, defende Cristiano. 

A iniciativa segue agora para a sanção do governador Rodrigo Rollemberg.